Três homens foram presos, na Pensilvânia, EUA, por violarem pelo menos 12 animais durante vários anos.

Segundo o The Independent, a polícia teve conhecimento do caso, em agosto de 2018, quando um jovem de 16 anos contou que os três homens que viviam com ele o forçaram a prender nove éguas, uma vaca, uma cabra e vários cães, enquanto tinham relações sexuais com os animais.

As autoridades deslocaram-se depois à quinta onde viviam, em Munson, e descobriram grande número de vídeos caseiros, equipamento para as filmagens e câmaras. Encontraram também um objeto de grandes dimensões, em forma de “v”, que os suspeitos usavam para violar alguns dos animais.

Matthew Brubaker, de 31 anos, Marc Measnikoff, de 34, e Terry Wallace, de 41, foram considerados culpados por mais de 1.400 crimes de violação de animais, crueldade para com os animais, negligência para com o menor e corrupção de menor. Todos terão de cumprir sentenças entre 20 a 41 anos de prisão.

William Shaw, advogado de acusação do condado de Clearfield, garantiu, numa entrevista, que este foi um dos casos mais extremos de abuso de animais de que alguma vez teve conhecimento.

Acrescentou ainda que o jovem que vivia na propriedade foi entregue aos serviços sociais e que não há alegações que apontem para que tenha sofrido qualquer tipo de abusos sexuais.

/ SL