Pelo menos 23 pessoas morreram e 13 ficaram feridas na segunda-feira, quando um autocarro caiu numa ravina, com 400 metros de altura, na região central boliviana de Cochabamba.

O acidente ocorreu numa autoestrada entre as cidades de Morochata e Quillacollo, perto de Keraya, de acordo com uma nota publicada na página da rede social Facebook da polícia de Cochabamba.

Os feridos foram levados para diferentes centros de saúde em Quillacollo por bombeiros em "ambulâncias de diferentes municípios e veículos particulares", de acordo com um relatório da polícia de Cochabamba.

O condutor do veículo foi submetido a um teste de alcoolemia, cujos resultados ainda não foram divulgados.

O acidente está sob investigação e "foi levado ao conhecimento do Ministério Público", acrescentou o relatório da polícia.

As restrições de viagem impostas devido à pandemia da covid-19 levaram a uma diminuição dos acidentes rodoviários registados pelas autoridades.

Em circunstâncias normais, os acidentes nas estradas bolivianas, na maioria dos casos devido a erro humano, causam anualmente cerca de 1.400 mortos e 40 mil feridos, de acordo com dados oficiais.

/ MJC