Um veículo descontrolado atropelou uma mulher e um bebé de oito meses, na sexta-feira, quando estes estavam a atravessar a estrada. O acidente aconteceu por volta das 8:30 da manhã na cidade Yonkers, no estado de Nova Iorque, nos Estados Unidos, disse a polícia de Yonkers.

Nas imagens das câmaras de vigilância, é possível ver que veículo bateu primeiro num carro, que estava estacionado junto ao passeio, antes de atingir a mulher, de 36 anos, que estava com o filho ao colo. O carro entrou ainda por uma barbearia a dentro.

Dois agentes, que estavam perto do local do acidente, ouviram a colisão e deslocaram-se de imediato para o local. A mulher estava presa nos destroços e o bebé preso debaixo do carro. As autoridades, juntamente com pessoas que estavam a passar no local, conseguiram resgatar a mãe e o bebé, que sofreram vários ferimentos.

As duas vítimas tiveram de ser transportadas para um hospital local, onde receberam cuidados médicos. Segundo a polícia de Yonkers, a mãe partiu a perna e o bebé de oito meses sofreu uma fratura no crânio e várias queimaduras de terceiro grau nas costas e no pé.

O condutor do veículo, David Poncurak, de 43 anos, foi preso e acusado de agressão agravada em 2º grau, por ter causado lesões físicas a mais do que uma pessoa. A queixa-crime apresentada em tribunal alega que David conduzia bêbado.

O arguido tinha um odor a uma bebida alcoólica no seu hálito, os olhos vidrados e a fala deficiente".

O Comissário da Polícia de Yonkers, John Mueller, numa declaração, lamentou o que aconteceu neste acidente: "É sempre uma tragédia quando alguém é ferido por atos imprudentes e criminosos de outra pessoa, e isso só é amplificado quando os feridos incluem uma criança. O indivíduo preso neste incidente terá agora de enfrentar as consequências do seu comportamento".

/ IC