Um relâmpago atingiu, no domingo, três irmãs, quando estas realizavam uma caminhada na zona montanhosa de Hareid, na Noruega, causando duas vítimas mortais.

As jovens Benedicte Myrset, de 18 anos, e Victoria Myrset, de 12 anos, não sobreviveram à descarga elétrica.

Uma terceira irmã, cujo nome ou idade não foi divulgado pelas autoridades, ficou ferida no mesmo incidente e encontra-se hospitalizada.

O autarca de Hareid, Bernt Brandal, disse, em comunicado, que este "evento profundamente trágico" não podia ter sido previsto, já que o tempo “mudou muito rapidamente".

A emissora norueguesa NRK disse que foram registados mais de 800 relâmpagos naquela região na tarde/noite de domingo.

As montanhas Melshorn, a cerca de 360 quilómetros da capital, Oslo, são um destino muito procurado na Noruega.

/ IC