Uma explosão em Cabul provocou o corte da eletricidade na capital do Afeganistão e noutras províncias adjacentes. Segundo a agência AFP, cerca de 4,5 milhões de pessoas estão sem luz, depois de ter sido interrompido o fornecimento de uma das linhas.

Há momentos, uma explosão rebentou com a energia na zona de Qala Murad Beg na província de Cabul", referiu a empresa Breshna, em mensagem dirigida aos consumidores.

A mesma empresa esclarece que o evento levou ao corte da energia em toda a capital afegã.

Ainda não se sabe ao certo o que provocou a explosão, mas este foi um cenário muitas vezes visto ao longo dos últimos anos, com ataques dos talibãs a postos elétricos.

Na zona estão já vários engenheiros da Breshna, que tentam resolver a situação o mais rápido possível: "Quando for possível, vamos começar a reparar as ligações", disseram os responsáveis.

Os talibãs subiram ao poder no Afeganistão a 15 de agosto, deitando abaixo 20 anos de um governo apoiado pelos Estados Unidos e pela coligação internacional, que se retirou do país em 15 dias.

Nesse período, mais de 120 mil pessoas foram retiradas do Afeganistão, depois de a população temer o regresso da repressão dos talibãs, nomeadamente a mulheres.

António Guimarães