O ataque perpetrado esta segunda-feira por homens armados num edifício governamental em Cabul provocou pelo menos 28 mortos e 20 feridos, anunciou fonte oficial.

Entre as vítimas mortais, 25 são funcionários do Ministério dos Mártires e Deficientes, noticia a agência EFE, que cita o porta-voz do Ministério do Interior, Nasrat Rahimi.

A operação de limpeza terminou cerca de sete horas depois do início do ataque", disse Nasrat Rahimi, que confirmou a morte dos atacantes, sem precisar o seu número.

O porta-voz do Ministério do Interior afegão, Nasrat Rahimi, disse à EFE e à AFP que por volta das 15:15 (10:45 em Lisboa), um veículo armadilhado explodiu e, a seguir, "vários atacantes” entraram num edifício onde funcionam serviços do Ministério do Trabalho e dos Assuntos Sociais.

Um funcionário do ministério que conseguiu fugir do edifício disse à AFP que houve tiroteios no interior.