A imagem de um bebé entregue a um soldado americano no interior do aeroporto de Cabul na esperança de que seja retirado do Afeganistão está a tornar-se viral. 

Na imagem é possível ver uma multidão de populares a elevar a criança junto a um muro com arame farpado com um soldado no seu topo, que puxa a criança para o interior do aeroporto de Cabul. 

Esta é apenas mais uma de dezenas imagens que surgem nos últimos dias a dar conta do desespero da população afegã, que tenta fugir do país a todo o custo, após a chegada ao poder dos talibãs.

De acordo com a Sky News, que cita um oficial do exército britânico, nos últimos dias, várias mães afegãs têm atirado bebés para o interior do aeroporto de Cabul, por cima do arame farpado, na esperança de que os soldados no seu interior salvem os seus filhos. 

Recorde-se que os talibãs conquistaram Cabul no domingo, culminando uma ofensiva iniciada em maio, quando começou a retirada das forças militares norte-americanas e da NATO.

As forças internacionais estavam no país desde 2001, no âmbito da ofensiva liderada pelos Estados Unidos contra o regime extremista (1996-2001), que acolhia no seu território o líder da Al-Qaida, Osama bin Laden, principal responsável pelos atentados terroristas de 11 de setembro de 2001.

A tomada da capital põe fim a uma presença militar estrangeira de 20 anos no Afeganistão, dos Estados Unidos e dos seus aliados na NATO, incluindo Portugal.