Pelo menos oito polícias morreram num ataque perpetrado esta noite por dois membros da mesma corporação alegadamente ligados aos talibãs na província de Zabul, no sul do Afeganistão, disse à Efe fonte oficial.

Primeiro foram envenenados e posteriormente baleados pelos seus dois colegas”, que tinham “ligações” aos talibãs, disse o porta-voz do governador provincial, Gul Islam Sial.

De seguida, os atacantes fugiram com um carregamento de armas, acrescentou.

O ataque ocorreu no posto de controlo policial que tinha sido atribuído às vítimas no distrito de Shinkai, uma posição que, segundo o porta-voz, se encontra novamente nas mãos das forças de segurança afegãs.

Os talibãs, no entanto, não se pronunciaram sobre a ação.

Este é o segundo ataque do género ocorrido no país nos últimos dez dias, depois de uma ação talibã contra um posto de controlo em Helmand (sul) ter causado a morte de 12 polícias em 28 de fevereiro, também por um agente infiltrado no corpo policial.

Segundo dados dos Estados Unidos, entre janeiro e novembro de 2016, foram registados 56 ataques de membros dos corpos de segurança contra os seus companheiros, com 151 mortos e 79 feridos.

A violência no Afeganistão intensificou-se nos últimos dois anos, após o fim da missão de combate da NATO no país, e atualmente o Governo controla apenas 57% do território do país, segundo o Inspetor Especial Geral para a Reconstrução do Afeganistão (SIGAR) dos Estados Unidos.

/ AM