Uma mulher diz ter acordado sozinha num avião da Air Canada, depois de ter adormecido durante o voo. Segundo a BBC, Tiffani Adams adormeceu num voo do Quebec para Toronto, no passado dia 9 de junho, e quando acordou tinha ainda o cinto apertado, estava gelada, sozinha e trancada no avião, que já estava estacionado. Terá sido esquecida pela tripulação.

Adams garante que tem "terrores noturnos" desde o episódio: de acordo com o testemunho que escreveu no Facebook, citado pela BBC, acordou pela meia-noite, horas depois de o avião ter aterrado, "gelada e ainda apertada no assento na escuridão completa". A experiência, garante, foi "aterradora".

Conseguiu telefonar a uma amiga, mas ficou sem bateria cerca de um minuto depois. Foi a amiga quem contactou o aeroporto de Toronto Pearson, dando a localização de Tiffani Adams. 

Adams conseguiu entretanto encontrar uma tocha no cockpit do avião e acendeu-a para atrair a atenção de um funcionário e diz que este ficou "em choque" quando a viu. 

A Air Canada já está a investigar o que terá acontecido e ofereceu à passageira o transporte para um hotel de limousine, mas Adams recusou dizendo que só queria ir para casa.