Sexta-feira. 22:15. Os cães da vizinhança não se calam, num alvoroço incomum e descontrolado. Os habitantes de um bairro pacato em Mülheim an der Ruhr, na Alemanha, assomam à janela e veem, no jardim de uma casa, uma mulher aparentemente ferida, inerte, acompanhada por duas figuras masculinas.

A polícia é chamada imediatamente, mas a presença dos vizinhos afasta os suspeitos que fogem de bicicleta. 

É o relato breve de um crime que aconteceu na última sexta-feira.

O que se veio a saber depois deixou a localidade alemã em choque: a jovem, com 18 anos, tinha sido violada por pelo menos cinco adolescentes com idades entre os 12 e os 14 anos. Estes são os principais suspeitos. A violação em grupo e com contornos de “grande violência” e “de forma prolongada” pode ter contado com a participação, ou pelo menos com a cumplicidade, de outros indivíduos.

Os suspeitos até agora identificados foram interrogados e entregues aos pais, avança o Voice of Europe. Só um, o de 14 anos, está sob custódia policial. Isto porque a maioridade penal na Alemanha é de 14 anos. Antes disso, os suspeitos não respondem perante a lei da mesma forma.

Sabe-se também que o jovem era já conhecido das autoridades, por causa de um crime anterior, mas não foi revelado qual.

Pelo menos quatro dos cinco suspeitos eram residentes em Mülheim. Pelo menos duas das famílias estavam já sinalizadas e eram acompanhadas pelos serviços sociais, mas não foram reveladas as razões.

O caso vem relançar a discussão sobre a necessidade de alterar a maioridade penal na Alemanha. O chefe do sindicato das forças policiais alemãs, Rainer Wendt, foi um dos primeiros a vir a terreiro a pedir responsabilização penal mais cedo. "Há anos que exigimos que a idade da responsabilidade criminal seja reduzida na Alemanha", disse, citado pela BBC.

Já Jens Gnisa, da Associação Alemã de Juízes, está contra a mudança, argumentando que "a equação" de que mais punição provoca menos criminalidade "não funciona com os jovens". O juiz considera que as regras educacionais estabelecidas na lei alemã funcionam bem no combate ao crime praticado por adolescentes.

 A Alemanha nem é dos países europeus com a maioridade penal mais baixa. De acordo com um relatório da Child Rights International Network, na Inglaterra e no País de Gales, é de 10 anos, na Bélgica, Holanda e Escócia, a maioridade penal é de 12 anos. Em França, é 13. Em Itália, também é 14. Na Suécia, é 15 e, em Portugal, é 16.