Uma criança norte-americana morreu, devido a uma reação alérgica severa a pasta de dentes. O incidente, descrito pelos médicos como “extremamente raro”, deveu-se a proteínas presentes no produto.

Monique Altamirano, de 11 anos, tinha uma alergia severa ao leite e aos seus derivados. Um médico receitou-lhe uma pasta de dentes, sem saber que continha proteínas derivadas do leite na sua composição.

De acordo com a CNN, os pais da criança costumavam verificar a composição de todos os produtos alimentares, mas não o fizeram com a pasta de dentes, que acabou por originar uma reação alérgica tão severa, que não reagiu positivamente à utilização de uma caneta de epinefrina e a inaladores.

David Stukus, pediatra especialista em alergias, garantiu, em entrevista à CNN, que o incidente é extremamente raro.

“É a primeira vez que ouço alguma coisa do género. Há muitas proteínas de alimentos presentes em medicações e produtos não alimentares. Mas o tipo e alimentos e as quantidades desses alimentos não são suficientes para causar qualquer tipo de reação na grande maioria das pessoas com alergias alimentares”.

Para além disto, o médico garante que a pasta de dentes receitada não é comumente usada, tendo sido prescrita pelo dentista.

A morte de Monique tem comovido milhares de utilizadores das redes sociais. Uma página criada pelo tio da criança no GoFundMe já ultrapassou o objetivo dos 10 mil dólares, para custear o funeral.

O incidente está também a relembrar que, apesar de este tipo de acidentes ser uma raridade, é necessária uma constante verificação de todos os produtos utilizados pelas pacientes severamente alérgicos.