As autoridades filipinas apreenderam cerca de 200 toneladas de conchas de moluscos gigantes no valor de 25 milhões dólares (mais de 20 milhões de euros), na província de Palawan.

Os moluscos destinavam-se ao mercado ilegal. A guarda costeira filipina disse que esta é a maior apreensão de conchas gigantes do país.

Quatro suspeitos foram detidos por violar a Lei de Conservação e Proteção dos Recursos da Vida Selvagem.

JOINT LAW ENFORCEMENT OPERATIVES HIT BIGGEST GIANT CLAM SHELL HAUL IN PALAWAN

The Philippine Coast Guard (PCG)...

Publicado por Philippine Coast Guard em  Sexta-feira, 16 de abril de 2021

O artigo 27º da Lei diz que é ilegal alguém "explorar intencionalmente e conscientemente os recursos da vida selvagem e seus habitats". Qualquer pessoa que mate ou destrua espécies selvagens classificadas como ameaçadas pode apanhar dois anos de prisão ou pagar uma multa no valor de quase 17 mil euros.

Os moluscos gigantes, conhecidos localmente como "taklobo", são uma espécie protegida mas continuam a ser procuradas quer pela sua carne quer pelas conchas que são usadas em objetos decorativos.

Maria João Caetano / MJC