O maior iceberg do mundo desprendeu-se da plataforma de gelo Roone, no noroeste da Antártida, noticia esta quarta-feira a agência Efe, referindo imagens de satélite.

Trata-se de uma massa de gelo de 4.320 quilómetros quadrados, maior do que a superfície da ilha de Maiorca, segundo as imagens de satélite capturadas pela Missão Copérnico.

O iceberg, denominado A-76, tem um comprimento de 170 quilómetros e uma largura de 25, com uma superfície total de 4.320 quilómetros, face aos 3.640 da ilha de Maiorca, segundo a Agência Espacial Europeia (ESA).

É o maior iceberg do mundo, um posto até agora detido pelo A-23A, com cerca de 3.880 quilómetros quadrados.

A grande massa flutuante no mar de Weddell foi detetada pela Missão Copérnico Sentinel-1, formada por dois satélites de órbita polar, que observam a Antártida, incluindo as regiões mais remotas, durante todo o ano.

A denominação dos icebergs faz-se a partir do quadrante antártico em que são vistos originalmente, seguindo-se uma letra sequencial.

Se posteriormente a massa de gelo se partir, como por vezes acontece, cada pedaço acrescenta ao nome uma letra sequencial.

/ RL