O “bromance”, expressão que resulta da junção das palavras "brother" (irmão) e romance, entre Trudeau e Macron é um dos temas em foco na imprensa internacional e nas redes sociais, dando conta do entendimento e cumplicidade registados na primeira vez que se encontraram, por ocasião da recente cimeira do G7, em Itália.

Nas suas contas na rede social Twitter, Macron e Trudeau publicaram fotografias do encontro oficial em Itália. Segundo revelou o chefe do governo canadiano falaram de segurança, emprego e clima, prometendo "futuras conversações" entre os dois países.

Por seu lado, o presidente francês publicou um vídeo que mostra um pequeno passeio que ambos deram antes da conversa em privado. E escreveu "a amizade franco-canadiana tem uma nova face. Cabe-nos enfrentar os desafios da nossa geração".

"Fotografias de casamento"

Justin Pierre James Trudeau tem 45 anos. Nasceu no dia de Natal, filho do antigo primeiro-ministro canadiano Pierre Trudeau, de ascendência francesa, e da atriz Margaret Sinclair, descendente de escoceses. Já Emmanuel Macron tem 39 anos e tornou-se recentemente o mais jovem presidente de França.

A proximidade entre os dois políticos registada durante a cimeira do G7 foi noticiada por canais de informação como a CNN, a qual dá conta de vários comentários na rede Twitter, ao chamado "bromance".

Um internauta, ironicamente, afirma que Trudeau e Macron "foram aparentemente até Itália fazer a sessão fotográfica do seu casamento".

No mesmo tom, há quem considere esta "cumplicidade" demasiado romântica. Enquanto outra internauta diz mesmo que uma mulher "deve encontrar alguém que a olhe como Macron olha".