A direção do partido conservador alemão União Democrata-Cristã (CDU) decidiu esta segunda-feira apoiar o seu impopular presidente, Armin Laschet, como candidato às eleições legislativas de 26 de setembro.

O “presidium” da CDU, reunido esta segunda-feira à porta fechada, escolheu apoiar a candidatura do seu presidente face à do popular dirigente bávaro Markus Soder, que lidera o partido irmão a União Social-Cristã (CSU), indicaram vários participantes na reunião à agência France-Presse.

Laschet, 60 anos, e Soder, 54, – que lideram os governos regionais dos dois estados mais populosos da Alemanha: Renânia Norte-Vestfália e Baviera, respetivamente – declararam oficialmente no domingo estarem preparados para concorrer.

O objetivo da coligação conservadora é acelerar o processo de escolha política, considerando que o fim do mandato da chanceler Angela Merkel, após 16 anos no poder, está a criar instabilidade e que uma longa incerteza sobre o futuro do partido pode prejudicar as aspirações a uma vitória nas eleições legislativas.

. / DA