Angela Ponce é transgénero, foi eleita Miss Universo Espanha em junho e vai participar no concurso Miss Universo, com concorrentes de todo o mundo, em Dezembro próximo. No entanto, declarações da Miss Colômbia sobre o assunto já causaram alguma polémica em redor do evento.

(Imagens da página oficial do evento Miss Universo Espanha)

Segundo avança a BBC, Valeria Morales, Miss Colômbia considerou inicialmente que “um reinado de beleza, como é o de Miss Universo, é para mulheres que nascem mulheres”. As declarações não foram bem aceites e Morales decidiu suavizar os termos sem, no entanto, deixar de dizer o que pensa.

“Se o concurso Miss Universo a aceita, eu irei recebe-la com todo o amor, respeito e tolerância que merece”, disse Valeria Morales. Para em seguida concluir que ela (Miss Colômbia) e Angela Ponce (Miss Espanha) “devem estar em caminho diferentes.”

A Miss Espanha, com 27 anos de idade, acabou por reagir às declarações da outra concorrente no concurso de beleza, na sua conta de Instagram, e optou por um tom conciliador e tolerante.

 

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Nunca he querido pronunciarme al respecto de las declaraciones de #MissColombia sobre mi participación en @missuniverse, pero veo noticias, vídeos y fotos donde utilizan recortes de entrevistas anteriores con el titular “Ángela Ponce responde a la Señorita Colombia” sin ser cierto. . Mi opinión con respecto a este tema es: . Yo si la respeto y respeto que esa sea su opinión, pero no quiero llegar a Miss Universo con ningún prejuicio hacia ella ni hacia ninguna otra compañera, quiero vivir una bonita experiencia y si ella quiere, dejarme conocer, así como yo quiero conocerla a ella. Nunca trataré de cambiar su opinión, pues esa no es mi función. Mi finalidad es dar a conocer mi realidad y hablar al mundo un poco sobre la educación en la diversad que es tan escasa, un factor importante y que sin duda terminarían con tanto bullying, prejuicios y violencia. . Pido respeto, tanto para mi compañera @valeriamoralesd como para mi.

Uma publicação partilhada por ANGELA PONCE (@angelaponceofficial) a

“A minha finalidade é dar a conhecer a minha realidade e falar ao mundo sobre a educação para a diversidade que é escassa. Um fator importante e que, sem dúvida, ajudaria a terminar com tanto bullying, preconceito e violência”, escreveu. Angela Ponce pediu ainda respeito para si e também para a Miss Colômbia.

Angela Ponce já fez história em Espanha e espera voltar a fazer no concurso Miss Universo, na final do concurso que se vai realizar a 17 de dezembro, na Tailândia. Curiosamente, não será a única transexual do evento. A candidata da Mongólia, Belguun Batsukh, também é transgénero.