São 15 as imagens impressionantes que concorrem ao título de fotógrafo ‘Vida Selvagem do Ano’ de 2021. De acordo com a CNN, a 57ª edição do concurso ficou marcada por um recorde de inscrições e uma seleção de imagens muito ‘elogiadas’ pelo seu cariz impressionante.

Desde um lince ibérico que parece ‘pousar’ numa porta de um palheiro abandonado na Sierra Morena, em Espanha, a uma leoa que foi captada após devorar uma presa, no Parque Nacional do Serengeti, na Tanzânia, nenhum dos animais vão deixar os mais apaixonados pela natureza indiferentes e as fotografias prometem provocar dores de cabeça aos jurados no momento da escolha.

Foi a qualidade geral das inscrições que nos surpreendeu", avançou Roz Kidman Cox, presidente do painel de jurados, num comunicado de imprensa, confessando não esperar tanta qualidade após um ano atípico como 2020.

"Com a maioria dos planos de viagens cancelados, os fotógrafos parecem ter gasto mais tempo a avaliar que imagens enviar. O resultado é uma coleção de fotografias instigante e que, nestes tempos sombrios, nos fazem recordar a alegria e a maravilha que é a natureza.”, continuou.

"As imagens extraordinárias mostram a rica diversidade da vida na Terra e despertam curiosidade e admiração", afirmou Doug Gurr, diretor do Museu de História Natural de Londres, organizador do concurso, em comunicado.

A seleção foi feita entre as 50 mil inscrições de fotógrafos em 95 países, sendo avaliada a criatividade, originalidade e excelência técnica. De recordar que os vencedores nesta categoria serão anunciados no dia 12 de outubro e farão parte de uma exposição que terá início no dia 15 de outubro e durará até 5 de junho de 2022.