Arqueólogos israelitas anunciaram hoje ter descoberto uma grande cidade antiga com 5.000 anos no norte de Israel.

A Autoridade de Antiguidades de Israel disse hoje que a cidade antiga foi descoberta durante os preparativos para construir uma autoestrada perto de Harish, 50 quilómetros a norte de Telavive.

Os arqueólogos designaram-na de "cidade cosmopolita e planeada" e consideram que se data do início da Idade do Bronze. Ocupava 65 hectares e aí habitaram cerca de 6.000 pessoas.

Os investigadores dizem ter descoberto um templo ritual incomum, com ossos de animais queimados - prova de ofertas sacrificiais - e uma estatueta de uma cabeça humana, assim como fragmentos de cerâmica, ferramentas de pedra e vasos.

Segundo os investigadores, as descobertas dão uma nova visão sobre o período em que populações rurais começaram a reunir-se em ambientes urbanos.