Por enquanto, não passa de um projeto, mas o Big Bend pode vir a tornar-se no edifício mais comprido (e não necessariamente o mais alto) do mundo. O arquiteto Ioannis Oikonomou, do gabinete de arquitetura Oiio, propôs um arranha-céus em forma de U invertido para albergar apartamentos de luxo na baixa de Manhattan, em Nova Iorque.

Comparação entre o projeto do Big Bend e os edifícios mais altos do mundo (Oiio Studio)

Em altura, não ultrapassará os 600 metros, mas em comprimento, de um extremo ao outro, deverá medir 1230 metros.

Para já, não há planos de construção num futuro próximo. (…) A levar-se a cabo, só poderia levantar-se na rua 57 de Manhattan, por causa das vantagens da superfície máxima ali permitida”, explica o arquiteto Ioannis Oikonomou, citado pelo jornal espanhol El Mundo.

O arquiteto defende que o Big Bend se pode transformar numa “modesta solução arquitetónica para as limitações de altura em Manhattan”.

Recriação do arranha-céus Big Bend (Oiio Studio)

O gabinete de arquitetura já enviou o projeto para várias empresas e está à procura de investidores.

Manuela Micael