Um fresco pintado em madeira do mestre renascentista Cimabué foi descoberto numa cozinha perto de Paris.

“Coroação de Espinhos” foi pintado pelo artista do século XII que também foi professor de Giotto. É estimado que a peça valha entre 4 a 6 milhões de euros, segundo a firma especialista em arte renascentista, Turquin.

Os especialistas disseram à agência France-Press que o quadro pertencia a uma mulher de Compiègne e que servia de decoração numa parede entre a cozinha e a sala de jantar. Estava pendurado por cima de uma chapa elétrica.

Pensa-se que o quadro possa pertencer a um importante painel concebido em 1280 quando Cimabué pintou oito retratos da paixão e crucificação de Cristo.

A painting by Cimabue has been discovered in an elderly woman's kitchen in a town near Paris, thought to be part of a diptych dating back to 1280, 8 scenes depicting Christ's passion and crucifixion. 2 of them are at @NationalGallery and @frickcollection https://t.co/fnxDfi46C2 pic.twitter.com/LirFAHi85F

— Alfons López Tena #FBPE (@alfonslopeztena) September 24, 2019

Foram feitos testes para autenticar a obra de arte, usando luzes infravermelhas que permitiram identificar padrões e semelhanças com outros quadros pintados por Cimabué, também conhecido como Cenni di Pepo.

“O quadro foi pintado pela mesma mão”, afirmou o especialista em arte renascentista, Éric Turquin, ao Le Figaro

O estilo de Cimabué foi altamente influenciado pela arte bizantina e os contornos em ouro na madeira de álamo no quadro “Coroação de Espinhos” são prova disso.

Numa entrevista ao The Art Newspaper, Turquin disse que uma das pistas para descobrir a origem do quadro estava escondida no próprio painel de madeira: "Consegues seguir os túneis criados pelas minhocas.”

Turquin referia-se às marcas deixadas na madeira pelas larvas, similares às encontradas nos painéis de Cimabué.

Panel depicting the Mocking of Christ will go on sale at French auction house, in collaboration with Eric Turquin, in October https://t.co/1r1HzDPYX9

— The Art Newspaper (@TheArtNewspaper) September 23, 2019

Os dois outros painéis de Cimabué, que retratam a “Virgem Maria com Cristo ao colo e dois anjos e a flagelação de Cristo, encontram-se na Galeria Nacional de Londres e na Coleção Frick em Nova Iorque, respetivamente.

O painel que agora está exposto na Galeria Nacional de Londres esteve desaparecido durante séculos e apenas foi descoberto quando um aristocrata britânico o encontrou na sua casa ancestral em Suffolk. 

O fresco de Cimabué vai ser leiloado na casa de leilões Acteon em Senlis, no norte de Paris, no próximo dia 27 de Outubro

/ HMC