Uma farmácia em Filadélfia, nos Estados Unidos, foi assaltada no dia 3 de janeiro por um um homem que alegadamente precisava do dinheiro para sustentar o filho doente.

Segundo a polícia, o suspeito entregou um papel ao funcionário, no qual se conseguia ler: “dá-me todo o teu dinheiro. Desculpa, o meu filho está doente. Tens 15 segundos.

Depois de ler a mensagem, o funcionário abriu a caixa registadora e começou a colocar o dinheiro dentro de um saco de plástico. O suspeito não estava armado. 

Certamente percebemos as necessidades das pessoas, mas não é desta forma que se resolve problemas”, disse o capitão da polícia de Filadélfia, Sekou Kinebrew, em entrevista à CBS.