Pelo menos 17 pessoas foram esfaqueadas este domingo num comboio na capital do Japão, Tóquio, por um homem com uma faca que depois iniciou um incêndio, segundo a polícia e a imprensa. De acordo com a agência Reuters, o homem terá utilizado uma máscara de Joker, o vilão do Batman, durante o ataque.

A televisão pública NHK disse que um dos 10 passageiros esfaqueados ficou gravemente ferido.

O atacante, identificado como um homem de 24 anos, foi detido no local e está a ser investigado, indicou a Reuters.

Responsáveis da polícia de Tóquio disseram que o ataque ocorreu no comboio de Keio, perto da estação de Kokuryo (oeste da cidade). No Twitter circulam já vídeos amadores que mostram o pânico vivido na estação de comboios, com várias pessoas a saírem pelas janelas das carruagens.

A agência noticiosa espanhola EFE, que refere 15 pessoas feridas, indica que o ataque ocorreu cerca das 20:00 locais (11:00 em Lisboa), quando estavam a fechar as assembleias de voto para as eleições para a câmara baixa do parlamento japonês.

Depois de esfaquear os passageiros, o homem terá despejado um líquido inflamável ao qual ateou fogo, causando um incêndio, segundo a EFE.

Desconhece-se o motivo do ataque, que foi o segundo com uma faca num comboio de Tóquio nos últimos dois meses.

A televisão mostrou vários bombeiros, polícias e paramédicos resgatando os passageiros, muito dos quais fugiram pelas janelas do comboio.

O ataque ocorreu numa altura em que muitas pessoas se dirigiam para festas por causa do Halloween, que se celebra este domingo. Uma testemunha que falou ao jornal Yomiuri explicou que, ao início, pensou tratar-se de "uma partida".

Depois vi o homem a caminhar lentamente com uma grande faca", disse.

/ Publicado por António Guimarães