Um homem estrangulou um coiote após o animal ter atacado o seu filho, de dois anos, esta segunda-feira, nos arredores de Kensington, no estado americano de New Hampshire. Ian O’Reilly estava com a mulher e com os três filhos num trilho quando, inesperadamente, apareceu um coiote que se lançou a uma das crianças.

Quando viu o animal a atacar o filho, Ian O'Reilly atirou-se ao coiote para o separar da criança. 

Naquele momento tive de tomar a decisão de me tornar no agressor, ataquei o animal e atirei-o para o chão […] Meti-me em cima dele, apertei-lhe o focinho para que não me atacasse. Havia alguma neve e, por isso, empurrei a cara do animal para a neve para que não conseguisse respirar até se sufocar”, descreveu Ian O’Reilly ao Boston 25 News, revelando que chegou a ser mordido no braço e no peito.

Dado os ferimentos, o homem teve de receber tratamento médico e ser vacinado contra a raiva. A criança saiu ilesa do ataque, muito graças ao fato de neve que estava a usar na altura do ataque e que não deixou que os dentes do animal atingissem a pele.

Segundo o jornal local, antes de atacar a família O’Reilly, o animal atacou um carro e uma mulher e os cães. 

No entanto, a polícia de Kensington acredita que podem existir mais coiotes à solta e aconselharam a população a não se aproximar dos animais e a entrar logo em contacto com as autoridades. 

/ PC com AM