Um ano depois, Paris recorda as vítimas do terror que assolou a capital francesa., com ataques junto ao Stade de France, em dois restaurantes e o mais mortífero de todos no Bataclan onde 90 pessoas foram assassinadas durante um concerto dos Eagles of Death Metal

François Hollande, o presidente, depositou uma coroa de flores junto do memorial criado para recordar as 130 pessoas que perderam a vida a 13 de novembro de 2015.

Foram concebidas placas em pedra em memória das vítimas (ver galeria). 

O chefe de Estado francês fez questão de cumprimentar os familiares das vítimas dos atentados de 13 de novembro em Paris e que apanharam todos de surpresa.

Estiveram também presentes o primeiro-ministro Manuel Valls e o ministro do interior Bernard Cazeneuve.

Redação / VC