O turista norte-americano Kurt Cochran foi identificado como a terceira vítima mortal do ataque terrorista ocorrido ontem em Londres.

Kurt estava em Londres com a mulher, Melissa, a comemorar os 25 anos de casados, numa viagem pela Europa que terminava hoje.

Foram ambos atropelados na ponte de Westminster pelo carro do atacante, que foi abatido a tiro pela polícia junto ao parlamento britânico.

Clint Payne, irmão de Melissa, exprimiu a tristeza da família em comunicado:

A nossa família está destroçada com a morte do nosso irmão e genro. Eles (Kurt e Melissa) estavam na Europa para comemorar os 25 anos de casados e estava previsto regressarem aos Estados Unidos na quinta-feira. A Melissa sofreu ferimentos graves e já está a ser seguida no hospital. Agradecemos a toda a equipa médica que esteve ao lado deles”.

Muitos amigos do casal acabaram também por expressar a angústia sentida pela notícia da morte de Kurt.

Também o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, lamentou a morte do norte-americano.

Para além do norte-americano, sabe-se que as outras vítimas mortais são Aysha Frade, professora casada com um português, o polícia Keith Palmer e o atacante, cuja identidade não foi revelada pela polícia britânica. 

O Estado Islâmico já reivindicou o ataque terrorista.

/ MC