A artilharia turca voltou esta quinta-feira de manhã a atacar posições sírias numa retaliação ao ataque fronteiriço de quarta-feira que matou cinco civis, revelou uma fonte de segurança à agência AFP.

Os bombardeamentos sírios de quarta-feira atingiram a localidade turca de Akçakale causando a morte de cinco civis, incluindo uma mãe e três filhos.

«O fogo de artilharia foi retomado às 03:00 GMT (04:00 em Lisboa)», explicou a fonte sob condição de anonimato que a Lusa cita.

Grã-Bretanha sai em defesa da Turquia

A Grã-Bretanha classifica de «ultrajante» o bombardeamento da Síria na fronteira com a Turquia que na quarta-feira matou cinco civis turcos.

«Eu condeno a violência do regime sírio que causou a morte de cidadãos turcos, incluindo uma mãe e os seus filhos», disse o ministro dos Negócios Estrangeiros William Hague, em comunicado que a Lusa cita.
Redação / CF