Foram oito os polícias que conseguirem neutralizar os terroristas de Londres, que foram abatidos, depois de terem matado sete pessoas e ferido quase 50, entre a London Bridge e o Burough Market. Com um recorde de balas disparadas, a operação "sem precedentes" acabou por atingir também um peão, que ficou ferido e está a receber tratamento no hospital. A informação foi adiantada pelo chefe da unidade antiterrorista da polícia de Londres, Mark Rowley.

Posso confirmar que oito polícias armados descarregaram, segundo a nossa avaliação inicial, cerca de 50 tiros, 50 balas que foram disparadas. Os três atacantes foram mortos a tiro", começou por indicar. 

AO MINUTO: tudo sobre os ataques de Londres

O cidadão que foi apanhado por uma bala ficou ferido, mas não sofreu lesões "de natureza crítica".

Quando os agentes da polítcia enfrentaram os terroristas, um membro do público também sofreu ferimentos de bala. Embora os ferimentos não sejam de natureza crítica, está no hospital a recebe tratamento médico e nós, naturalmente, daremos informações atualizadas"

Mark Rowley explicou que os agentes depararam-se com "uma situação crítica - uma questão de vida ou de morte", já que os três homens estavam armados e equipados com o que parecia ser um colete de explosivos (afinal veio a descobrir-se depois que eram falsos).

Aquela quantidade de tiros foi disparada para ter a certeza que os homens e a ameaça que representavam eram neutralizados.

"Progressos significativos" na investigação

O chefe da unidade antiterrorista admitiu ainda que há "progressos significativos" para identificar os três atacantes, mas há ainda "muito mais a fazer". 

A investigação está em curso para perceber melhor quem são, quais as suas ligações e se eles foram assistidos e apoiados por qualquer outra pessoa.

Fica também a informação de que a carrinha branca da marca Renault usada pelos atacantes tinha sido alugada pouco antes do ataque.

O ataque começou às 21:58 da tarde, quando os atacantes conduziam a carrinha de de norte a sul sobre a ponte de Londres (London Bridge).

A carrinha subiu o passeio e colidiu com os peões antes de ser abandonada pelos atacantes, que estavam armados com facas, e continuaram na direção do mercado Burough, esfaqueando inúmeras pessoas.

A primeira-ministra britânica já tinha dado a indicação de que oito minutos depois da primeira chamada de emergência os atacantes foram confrontados pelos polícias armados. 

Buscas a este de Londres, 12 detidos

Mark Rowley confirmou igualmente que estão a decorrer buscas a este de Londres. Já foram detidas 12 pessoas.

Há claramente mais a fazer e vamos trabalhar implacavelmente para chegar aos factos.

Tanto a London Bridge como o Mercado de Borough vão continuar encerrados para já.

O responsável avisou a população que a segurança está a ser reforçada.