Os EUA condenaram os confrontos que resultaram na morte de 18 civis num campo das Nações Unidas no Sudão do Sul esta semana, e instaram as autoridades a investigar o incidente, que segundo testemunhas envolveu tropas governamentais.

“Os Estados Unidos condenam veementemente a violência no complexo das Nações Unidas em Malakal, que levou à morte de deslocados, e ao incêndio e pilhagem de uma instalação que fornece refúgio e ajuda a mais de 40.000 vítimas do conflito no Sudão do Sul”, disse na sexta-feira a conselheira de Segurança Nacional, Susan Rice, em comunicado.

Mais de 70 pessoas ficaram feridas nos confrontos de quarta-feira para quinta-feira no campo da ONU na cidade de Malakal (nordeste), próximo de uma base da organização, informaram os Médicos Sem Fronteiras, com dois dos seus funcionários entre os 18 mortos.

Redação / PP