Duas manifestantes foram feridas com gravidade este sábado, em Seattle, nos Estados Unidos, depois de terem sido atropeladas por um carro a alta velocidade que entrou na estrada onde protestavam. A via estava cortada à circulação automóvel.

Uma jovem de 24 anos atingida pelo veículo encontra-se hospitalizada e corre risco de vida. A segunda vítima, de 32 anos, foi hospitalizada em estado grave, de acordo com as autoridades.

Já o condutor, um homem de 27 anos, foi detido poucas horas depois e enfrenta várias acusações. No entanto, de acordo com a NBC News, as autoridades ainda não têm certezas sobre as motivações por trás do atropelamento.

 

Não sabemos, neste momento da investigação, qual o motivo do crime”, afirmou o capitão da polícia, Ron Mead, em conferência de imprensa.

A estrada tinha sido previamente fechada um pouco antes da meia-noite, devido aos protestos na sequência da morte de George Floyd que ainda decorrem na cidade.

Uma fotografia divulgada pela polícia mostra os danos na parte dianteira do veículo.

Não sabemos exatamente por onde é que o carro entrou na estrada, mas suspeitamos que tenha entrado em contramão, por uma rampa. Ele não passou nenhum dos pontos de bloqueio que montámos”, disse Mead.