Um homem  e o filho de 10 anos foram salvos depois de terem ficado presos numas cheias em Queensland, na Austrália, graças aos amigos que caminharam 12 horas para pedir ajuda. 

O grupo de cinco pessoas seguia de carro pela árida planície australiana, recentemente atingida por chuvas fortes, quando o veículo, um todo-o-terreno, ficou atolado numa estrada enlameada e transformada em rio. 

Sem forma de continuar, o grupo passou a noite no carro e, na manhã seguinte, três pessoas seguiram a pé para a cidade mais próxima, Mount Isa, que ficava a cerca de 50 quilómetros do local. 

Quando conseguiram chegar à esquadra da polícia, foi lançada uma operação de resgate que contou com o auxílio de um helicóptero para localizar os dois membros do grupo que faltavam, o adulto e a criança. Os companheiros de viagem conseguiram mostrar às autoridades num mapa o local aproximado onde tinha ficado atolado o veículo, tendo os dois últimos ocupantes sido avistados pelos socorristas do helicóptero, ambos sentados no tejadilho do todo-o-terreno. 

Segundo as autoridades, pai e filho estavam bem de saúde e não precisaram de assistência médica, bem como os companheiros que caminharam uma dúzia de horas para pedir ajuda. 

Redação