Dois australianos foram multados em cerca de 650 euros cada um por terem violado as últimas medidas de confinamento em Sydney, depois de a polícia os ter encontrado nus e perdidos no mato enquanto aparentemente fugiam de um veado selvagem.

Os agentes, que viajavam num helicóptero da polícia, avistaram os homens a tomar banhos de sol numa praia no Royal National Park, disse o comissário da Polícia de Nova Gales do Sul em conferência de imprensa.

“Inacreditavelmente, vimos dois homens a bronzearem-se nus numa praia na costa sul. Eles assustaram-se com um veado, correram para a floresta nacional  e perderam-se”, disse o comissário. “Eles não só precisaram do auxílio da SES (Serviço de Emergência Nacional) e da polícia para resgatá-los, como também foram autuados”.

O comissário partilhou a história durante uma atualização sobre as medidas de confinamento decretadas em Nova Gales do Sul. As restrições foram ordenadas após um pequeno surto de casos de covid-19, no qual os pacientes foram confirmados como portadores da variante Delta, identificada pela primeira vez na Índia.

Os apelos para que a população fique em casa estão em vigor em Sydney - a maior cidade do país - bem como para a Costa Sul e as Montanhas Azuis, ambos locais procurados para atividades de lazer. 

Questionado sobre detalhes adicionais sobre os dois homens, o comissário mostrou-se irritado: "Como o ministro da Saúde disse, é difícil legislar contra os idiotas. É inadmissível colocar as pessoas em risco ao sair de casa sem um motivo adequado. Ainda por cima, para depois se perderem no parque nacional e desviar recursos importantes da operação de saúde”.

Redação / HCL