Anthony 'AJ' Elfalak, um menino autista de três anos, foi encontrado encontrado vivo esta segunda-feira, depois de ter estado três dias desaparecido numa floresta na região de Hunter, no estado de Nova Gales do Sul, Austrália.

A criança, que não fala, desapareceu na sexta-feira da propriedade da quinta da família perto de Putty, a norte de Sydney, por volta das 12:30. Durante o fim de semana estiveram presentes nas operações de busca mais de 130 pessoas e sete equipas de resgate.

Três dias depois, o menino foi encontrado por um helicóptero da polícia a beber água de um riacho, a 470 metros de casa.

Ele estava todo molhado e a beber água. É um milagre. Ele foi mordido por formigas e caiu, mas está vivo. Ele está vivo. É espantoso", expressou o pai do menino, citado pelo jornal The Guardian.

A agente da polícia de Nova Gales do Sul, Tracy Chapman, afirmou que o acesso à água foi fundamental para que AJ sobrevivesse, numa área onde as temperaturas noturnas descem aos seis graus.

Os peritos que consultámos disseram que se ele tivesse acesso à água seria sempre capaz de sobreviver durante um período de tempo mais longo", explicou Tracy Chapman.

Após o menino ter sido encontrado, houve lágrimas de alegria e gritos de celebração por parte dos familiares.

Estou no mato há quatro dias, sem dormir. Nós nunca paramos"afirmou o pai de AJ.

O menino sofreu apenas alguns ferimentos ligeiros nas pernas, no entanto foi transportado para o hospital de Singleton para ser observado.

Redação / IC