Deborah Pilgrim tinha ido acampar com um grupo de amigos, no último fim de semana, no Sul da Austrália. No domingo, decidiu ir fazer uma caminhada e perdeu-se do grupo. Durante três dias, ninguém soube nada dela.

A mulher de 55 anos acabou por ir parar a uma quinta abandonada e escreveu a sigla “SOS” à entrada da propriedade. O dono da quinta mora longe, mas tem um sistema de videovigilância, ao qual passou a estar atento mal soube do desaparecimento de uma mulher naquela zona.

Esta quarta-feira, o homem deparou-se com a imagem da mensagem escrita no chão da entrada da sua quinta, numa das câmaras de segurança e alertou a polícia, que já estava a realizar buscas na área.

Deborah foi encontrada já durante a noite desta terça-feira, quando já estava numa quinta vizinha, onde se tinha deslocado à procura de água. Apresentava um bom estado de saúde, mas foi levada ao hospital por precaução.

“Tentei ficar à sombra e manter-me viva. Sabia que meu esforço tinha que ser para me manter viva", disse.

Neil Marriot, o dono da quinta, contou à Australian Broadcasting Corporation que instalou as câmaras de videovigilância muito recentemente, após uma série de invasões na quinta.