Quatro crianças, com idades entre os 10 e os 14 anos, furtaram o carro dos pais de um deles, carregaram-no com mantimentos e canas de pesca, e embarcaram numa viagem de cerca de mil quilómetros, pela costa australiana, desde Rockhampton, Queensland, até Grafton, em Nova Gales do Sul.

A polícia acredita que as quatro crianças tenham partilhado a condução ao longo de mais de 930 quilómetros, até as autoridades encontrarem carro parado em plena autoestrada, em Nova Gales do Sul, avança a CNN.

As quatro crianças, três rapazes e uma rapariga, não são parentes, adianta a CBS. Um dos rapazes deixou um bilhete à família, a avisá-los que ia partir naquela jornada com os amigos.

É uma viagem demasiado longa. São muitos quilómetros para fazer uma pessoa sozinha, mas nada que algumas latas de Red Bull não resolvam”, afirma o inspetor Darren Williams.

O grupo foi apanhado no domingo à noite. As quatro crianças podem enfrentar algumas acusações, mas isso ainda não é claro, precisamente por causa das idades muito jovens. Além de levarem o carro dos pais sem autorização, as crianças ainda terão furtado gasolina, numa estação de serviço da cidade de Banana.

A polícia rastreou o telemóvel de um dos fugitivos, para conseguir chegar até eles. A perseguição foi levada a cabo com alguns cuidados, por se temer que a inexperiência dos condutores, acossados pela polícia, acabasse por resultar em acidente.

Quando foram confrontadas pelos agentes, as crianças trancaram-se no carro e não queriam abrir a porta.

Os fugitivos mostraram-se bem precoces, já que a idade legal para conduzir nos estados de Queensland e Nova Gales do Sul é 17 anos.