O número de vítimas mortais da avalanche em Itália subiu para 24, anunciaram, nesta quarta-feira, as autoridades locais, citadas pela agência France Presse.

Faz hoje, precisamente, uma semana que o hotel Rigopiano, em Pescara, no centro do país, ficou soterrado pela neve.

Desde então, as equipas de socorro conseguiram resgatar com vida 11 pessoas, entre elas quatro crianças.

Há ainda cinco desaparecidos.

Os terramotos que se fizeram sentir na região horas antes poderão estar na origem da avalanche que se abateu sobre o hotel.

Os serviços de emergência têm já, nesta altura, pouca esperança de encontrarem com vida as pessoas desaparecidas, não só pelos dias que já passaram mas também pelas condições severas que atingem Pescara, com temperaturas negativas.

Os últimos sobreviventes foram salvos no sábado, depois de terem sido localizados na manhã de sexta-feira. Todos apresentavam já sinais de hipotermia.