Aventino Soares tinha 58 anos, era natural de Arcos de Valdevez e é uma das pelo menos 27 vítimas mortais do Furacão Ida no estado de Nova Jérsia, nos Estados Unidos.

O português foi encontrado, na passada quinta-feira, inanimado na lateral da casa em que reside por volta das 23:30 (hora local), de acordo com o capitão da polícia de Bloomfield, Anthony Sisco.

Quando os agentes chegaram ao local, repararam numa vítima do sexo masculino deitada no chão com um cabo elétrico na mão e sem qualquer tipo de reação”, refere em comunicado Anthony Sisco capitão da polícia de Bloomfield.

Os bombeiros procederam com o corte de energia da habitação e as autoridades acabaram por determinar que Aventino Soares morreu eletrocutado. O óbito foi declarado no local.

Foi determinado que o homem teria sido eletrocutado e que a água ao seu redor também estaria eletrificada”, pode ler-se também no comunicado das autoridades.

Soares emigrou para os Estados Unidos em 1986 e vivia na cidade Newark, no estado de Nova Jérsia.

A vítima mortal era gerente da Beyband International de Fairfield desde 1989 e membro fundador da Amigos do Vale USA, uma associação sem fins-lucrativos destinada a ajudar imigrantes em Newark, sobretudo, portugueses.

A associação Amigo do Vale USA já reagiu à morte do fundador, lembrando "um cidadão exemplar na honestidade, no carácter e na honra, uma pessoa que sempre distribuiu motivação e bom ânimo a todos os que desfrutaram da sua presença".

Nuno Mandeiro