Os médicos acreditam ter curado Abul Bajandar, mais conhecido como “Homem Árvore”, após 16 cirurgias. O jovem deve deixar o Dhaka Medical College Hospital, onde foi tratado, nas próximas semanas.

O jovem do Bangladesh, ex-motorista, é um dos quatro casos raros da doença epidermodisplasia verruciforme, mais conhecida com “doença do Homem Árvore”. As verrugas que lhe cresciam nas mãos e nos pés condicionaram o quotidiano do jovem. A doença impediu-o de trabalhar e até pegar na filha ao colo.

O tratamento de Abul é um marco na história da medicina”, declarou Samanta Lal Sen, coordenadora de cirurgia plástica do hospital, citada no Independent.

Caso as verrugas não voltem a aparecer, Abul é o primeiro caso do mundo a curar-se. Faltam apenas algumas cirurgias para corrigir a forma das mãos e dos pés.

Agora já me sinto melhor, consigo segurar a minha filha ao colo e brincar com ela. Mal posso esperar para regressar a casa”, afirmou Abul.

As verrugas do jovem apareceram durante a adolescência e em apenas cinco anos cresceram de forma descontrolada.