A guarda costeira e a polícia referiram que ninguém foi encontrado vivo e que as buscas por sobreviventes foram canceladas.

A embarcação, "Conception", tinha a bordo 39 pessoas, seis tripulantes e 33 passageiros. Apenas cinco sobreviveram, todos membros da tripulação que estavam acordados no convés e que saltaram para a água quando o incêndio deflagrou, sendo depois resgatados por uma outra embarcação e levados para costa, segundo a guarda costeira.

O Conception, de 23 metros, fazia uma viagem de três dias às ilhas que formam o Parque Nacional Channel Islands, no Oceano Pacífico.

A embarcação em causa estava a ser usada numa viagem de mergulho no Dia do Trabalhador, que nos EUA se assinala na primeira segunda-feira de setembro e é dia feriado. O itinerário incluía cozinha gourmet e mergulhos noturnos no mar. As chamas deflagraram cerca das quatro da madrugada (hora local). O barco tem lotação máxima para 46 pessoas, é de 1981 e é operado pela empresa Truth Aquatics.

Os investigadores ainda não determinaram como é que o incêndio começou. A embarcação estava na altura ancorada perto da ilha de Santa Cruz, a cerca de 145 quilómetros a oeste de Los Angeles.

O xerife Bill Brown, do condado de Santa Barbara, afirmou que os corpos de 20 vítimas foram recuperados e que os mergulhadores viram entre quatro a seis outros nos destroços do navio afundado.

O responsável da polícia adiantou que se está a tentar estabilizar a embarcação para que os mergulhadores possam recuperar aqueles restos mortais.

A maioria terá de ser identificada por análises de ADN e as autoridades estão a recolher amostras de familiares, disse ainda Brown.

Numa reação ao sucedido, a senadora Kamala Harris, da Califórnia, manifestou solidariedade para com as vítimas do incêndio e as suas famílias. "Estou de coração partido com as notícias que chegam de Santa Cruz. Estou grata aos heroicos membros das equipas de salvamento que trabalharam de forma incansável para tentar resgatar todas as pessoas que encontraram. Os nossos pensamentos estão com eles e com as famílias dos envolvidos [na tragédia]", declarou a responsável democrata, citada pelo jornal LA Times.