Foi detido ao final da manhã desta quarta-feira o homem que se tinha barricado num museu de arqueologia em Saint-Raphael, no sul de França, depois de ter escrito ameaças em árabe nas paredes do edifício. 

O alerta, segundo o Le Figaro, foi recebido pelas autoridades pelas 7:30 desta quarta-feira. Foram mobilizados para o local agentes da guarda de elite da polícia francesa, bem como uma equipa de minas e armadilhas. Não foi possível apurar se o homem estava armado: de acordo com a imprensa francesa, entregou-se às autoridades sem oferecer resistência. 

Segundo o Figaro, uma das inscrições - cuja tradução precisa ainda de ser confirmada por um perito - diz que "o museu vai tornar-se um inferno". As frases são visíveis no exterior do edifício. 

A polícia do departamento de Var deu nota da detenção do Twitter, informando que se mantém um perímetro de segurança na área para garantir a continuidade das investigações.

Antes, as autoridades tinham alertado para uma intervenção em curso. 

#Intervention de police rue de la vieille église à St Raphaël.

Circulation difficile. Evitez le secteur.

Merci de ne pas gêner le travail des policiers et ne relayez pas de fausses informations. pic.twitter.com/Q24YjQhRkY

 

O museu de arqueologia de Saint-Raphael é um espaço com cerca de 800 metros quadrados.