A princesa Beatrice, neta de Isabel II, casou-se esta sexta-feira, numa cerimónia privada, no Castelo de Windsor.

A filha mais velha do príncipe André e de Sarah Ferguson casou-se com o magnata italiano Edoardo Mapelli Mozzi, de 35 anos

O casal estava noivo desde setembro, mas a pandemia de Covid-19 acabou por interferir nos preparativos da cerimónia, que estava inicialmente marcada para maio. A nova data não chegou a ser anunciada.

O palácio de Buckingham confirmou o casamento.

A cerimónia de casamento privada da princesa Beatrice e do Sr. Edoardo Mapelli Mozzi teve lugar às 11:00 de sexta-feira, de 17 de julho, na Capela Real de Todos os Santos no Castelo Real de Windsor", avançou o palácio de Buckhingham, em comunicado. 

A nota divulgada esta sexta-feira refere ainda que "a pequena cerimónia teve a presença da rainha, do duque de Edimburgo e familiares chegados" e que o casamento "aconteceu de acordo com todas as diretrizes do governo britânico".

O palácio não confirmou, no entanto, se o pai de Beatrice, envolvido em polémica na sequência do caso de Jeffrey Epstein, esteve presente na cerimónia.

A relação entre Beatrice e Edoardo Mapelli Mozzi foi tornada pública no início de 2019, ainda que os dois já se conhecessem há muito tempo porque havia relações de amizade entre as respetivas famílias.

No mesmo dia, depois de assistir ao casamento da neta, Isabel II concedeu o título de cavaleiro a Tom Moore, numa cerimónia que também teve lugar no Castelo de Windsor.

Em abril, o capitão Tom Moore decidiu dar voltas no jardim, apoiado no andarilho, para angariar dinheiro para o serviço de saúde britânico em tempo de pandemia. O objetivo era dar 100 voltas ao jardim antes de completar 100 anos, a 30 de abril. 

As contribuições choveram à medida que o desafio a que se tinha proposto Tom Moore era publicitado em todo o mundo, fazendo com que o valor angariado ascendesse aos 33 milhões de libras, cerca de 36 milhões de euros. 

Rafaela Laja