Uma bebé de 18 meses foi ao funeral do irmão recém-nascido usando um vestido com fotos dos dois.

Lucas-Jay morreu com apenas nove horas de vida, mas Hallie-Mae ainda estabeleceu laços com o irmão no hospital, em Blackpool, Inglaterra.

O momento foi vivido pela família em fevereiro passado, mas só agora a história foi tornada pública pela mãe, Jasmine McCaffery.

Lucas nasceu com problemas de coração e tinha apenas 50% de possibilidades de sobreviver. Com apenas uma hora de vida sofreu o primeiro ataque cardíaco.

A menina conheceu o irmão só por umas horas, mas os pais fizeram questão que os dois estabelecessem laços únicos.

As fotografias dessas horas deram o tom a um vestido, que os pais dizem que Hallie-Mae usou orgulhosamente no dia da última despedida.

“Fez-nos sentir que o nosso menino esteve sempre connosco e que estará sempre”, disse a mãe ao tabloide britânico Mirror.

Hallie-Mae também tem um cobertor com fotos do irmão e os pais gostam que a filha tenha assumido o papel de irmã mais velha, não vendo como isso possa afetar a criança, agora com dois anos e quatro meses.

“Se lhe perguntarmos onde está o Lucas, ela aponta imediatamente para a estante da sala. Ela não foi afetada pela situação, porque tentamos que seja o mais positiva possível quando estamos com ela”, considera Jasmine McCaffery.