Uma equipa de investigadores da Universidade de Calgary, no Canadá, acredita ter descoberto uma nova espécie de dinossauro que chegou a medir oito metros e a pesar três toneladas.

A espécie, apelidada de Beibeilong sinensis, viveu há cerca de 90 milhões de anos e seria um antepassado das aves modernas. Tinha penas, asas (mas não voava), um bico e chocava os seus ovos, tal como os pássaros atuais.

Como escreve o The Independent, a equipa de cientistas analisou vários ovos de dinossauro descobertos num "ninho" com dois a três metros, na província de Henan, na China. Com cerca de 45 centímetros de comprimento e cinco quilos, chegou a pensar-se que seriam de uma espécie de tiranossauro, cujos fósseis também já foram encontrados na zona.

A professora Darla Zelenitsky, que liderou o estudo, disse, à revista Nature, que “durante muitos anos estes ovos foram alvo de estudo por não se saber a que espécie de dissonauros pertenciam.” E rematou: “Teria sido engraçado ver um animal de três toneladas sentado em cima do seu ninho de ovos.”

Através dos embriões, o grupo de cientistas determinou que se tratava, de facto, de uma espécie diferente: um oviraptorossauro maior do que qualquer outro alguma vez encontrado.

A espécie seria semelhante a um casuar gigante.

 
/ CB