O ex-primeiro-ministro francês Manuel Valls perdeu a primeira volta das primárias da esquerda, de onde sairá o candidato às presidenciais, para o seu antigo ministro da Educação, Benoit Hamon, de acordo com resultados provisórios citados pelas agências internacionais.

Hamon, 49 anos, que foi despedido do Governo do presidente François Hollande por criticar as políticas económicas do executivo, obteve 35,2% dos votos, acima dos 31% de Valls, quando estão contabilizados mais de um terço dos votos.

Encorajado pelos resultados das sondagens, Benoit Hamon defendeu, nos dias que antecederam esta primeira volta das primárias socialistas, “sentir que a [sua] hora tinha chegado”. A sua proposta principal é “um rendimento universal de 750 euros para cada cidadão francês”.

A confirmar-se este cenário, os dois prosseguem para a segunda volta, marcada para o próximo domingo, data em que será definido o candidato socialista ao Eliseu.

As presidenciais francesas realizam-se a 23 de abril e 7 de maio.

Manuel Valls, 54 anos, renunciou ao cargo de primeiro-ministro em dezembro para se candidatar à presidência.