“Ficámos sem cerveja, aumentaram os impostos e reduziram os lucros. Isto para o nosso setor é um fecho total e uma crise fatal. Há sete Estados que já não recebem cerveja devido à crise”, explicou o diretor.

“Só o diálogo com o Presidente [da República, Nicólas Maduro] e o Vice-Presidente [Jorge Arreaza] pode solucionar este problema. A partir do dia 03 do próximo mês [agosto] muitas empresas vão encerrar”, acrescentou.




estudo da consultora Bonial





“As previsões são muito negativas considerando que não há matéria-prima para a cerveja, as divisas não estão a ser liquidadas e o mais provável é que não hajam muitos produtos no mercado”, declarou o presidente da Associação de Licores de Caracas, Carlos Salazar.