A Boeing vai alterar o nome do 737 Max, depois de uma sequência de acidentes, passando a referir-se ao modelo apenas como 737-8.

O novo nome escolhido para o avião, que já era utilizado internamente, surgiu após o anúncio da compra de várias unidades por parte da companhia aérea polaca Enter Air.

De acordo com o The Guardian, a companhia polaca acordou comprar duas aeronaves, com opção de compra de mais duas. Aumentando a frota da Enter Air para um total de dez 737-8.

Grzegorz Polaniecki, diretor-geral da Enter Air, mostrou-se confiante com as capacidades da aeronave, apesar do registo de acidentes que mancha a sua reputação, sublinhando que “após uma rigorosa inspeção” está confiante de que o avião será “o melhor do mundo nos próximos anos”.

Apesar da atual crise, é importante pensar no futuro”, afirmou Polaniecki, num comunicado. “Com esse fim, acordamos a compra adicional de modelos do 737-8.”

Recorde-se que o início de vida do Boeing 737-8 foi marcado por dois mortíferos acidentes, que vitimaram quase 350 pessoas, um na Indonésia e outro na Etiópia.

Desde o início da pandemia a empresa já viu 400 encomendas do 737 Max serem canceladas.