O partido do presidente russo venceu as eleições parlamentares realizadas este fim de semana. Mas várias imagens começam a ser partilhadas nas redes sociais, dando força às queixas de fraude que têm sido feitas por parte da oposição.

Com quase todos os votos contados, o Rússia Unida, de Vladimir Putin, conseguiu perto de 50% do total de votos, naquilo que até se configura como uma ligeira queda em relação às anteriores eleições para a Duma.

Mas se estas eleições começaram com polémica, com o afastamento dos principais opositores, agora surgem novas evidências que podem apontar para irregularidades.

Vários vídeos partilhados nas redes sociais mostram desde a colocação de votos nas urnas de forma pouco transparente até objetos a taparem as câmaras de videovigilância dos locais de voto.

As imagens têm sido amplamente partilhadas nas redes sociais.

De resto, alguns manifestantes queixaram-se mesmo no dia das eleições, mas outros vídeos mostram a segurança do local a afastá-los.

Em reação às queixas, o ministro russo do Interior afirmou que não foram registadas quaisquer "violações significativas" do sistema eleitoral.

António Guimarães