O presidente brasileiro Jair Bolsonaro disse, na sexta-feira, a um grupo de jornalistas, que para salvar o planeta basta "comer menos um bocadinho" e "fazer cocó dia sim dia não".

Segundo a Globo, depois de responder que é possível preservar o ambiente, o presidente do Brasil afirmou:

É só deixar de comer menos um pouquinho. Quando se fala em poluição ambiental, é só você fazer cocó dia sim, dia não que melhora bastante a nossa vida também, está certo?".

Depois da resposta controversa, Bolsonaro afirmou ainda que o controlo dos níveis de poluição se deve prender também com os níveis populacionais no mundo. O presidente apontou que 70 milhões de pessoas nascem todos os anos, defendendo que é essencial a existência de planeamento familiar. Para além disto, o político sublinhou ainda que as pessoas com mais cultura têm menos filhos.

Não é controlo, não. Amanhã vão dizer que eu estou dizendo que tem haver controlo de natalidade. Planeamento familiar. As pessoas que têm mais cultura têm menos filhos. Eu sou uma exceção à regra, tenho cinco, está certo? Mas, como regra, é isso", disse.

Bolsonaro frisou ainda que 2 milhões de pessoas nascem no Brasil anualmente e que “as pessoas têm de comer”. É necessário, por isto, investir na agricultura, também para que o país possa concorrer “com a Austrália, os Estados Unidos”, acrescentou.