O Brasil vota hoje na primeira volta das eleições presidenciais e Jair Bolsonaro voltou a subir nas sondagens. A última pesquisa atribui 40% das intenções de voto ao candidato da extrema-direita, contra 25% a Fernando Haddad, do Partido dos Trabalhadores (PT).

A sondagem, do Instituto Datafolha, foi feita entre quinta e sexta-feira e mostra que Bolsonaro, do Partido Social Liberal, é cada vez mais o preferido nas presidenciais deste domingo. Mas a confirmarem-se estas intenções de voto, precisará de ir a uma segunda volta com o candidato do Partido dos Trabalhadores, que está marcada para o dia 28 de outubro.

Esta é já considerada uma das eleições mais atípicas das últimas décadas, com uma forte polarização política entre a extrema-direita e a esquerda.

A sondagem da Datafolha para esta segunda volta coloca os dois concorrentes mais próximos. Tecnicamente empatados: com 45% para Bolsonaro e 43% para Haddad.

Um total de 147,3 milhões de brasileiros são este domingo chamados a votar nas eleições que vão eleger o próximo presidente do país e os representantes do povo no parlamento (Câmara dos Deputados e Senado) e nos governos regionais.