Neymar, que está a ser acusado de ter violado uma mulher brasileira em Paris, está ao serviço da seleção brasileira, que jogará a Copa América, mas o vice-presidente da federação, Francisco Noveletto, acha que o jogador devia ser afastado.

É a opinião pessoal do dirigente, que disse que «se fosse Neymar, pediria dispensa».

«Se o Neymar jogar, é provável que o Brasil não chegue ao título. Conheço a imprensa e vão estar em cima dele», disse à televisão SBT, alertando ainda: «Há muito mais para aparecer. Tenho um amigo no Rio de Janeiro que já me disse há mais um vídeo para ser divulgado.»