Continua a busca pelo paradeiro de Brian Laundrie, o noivo de Gabby Petito desaparecido desde o dia 11 de setembro.

As autoridades pediram aos familiares do jovem de 23 anos objetos que possam ter o seu ADN, adiantou o advogado da família.

Os agentes do FBI pediram alguns objetos pessoais que pertencem a Brian Laundrie para os ajudar na correspondência do ADN e os pais de Brian disponibilizaram ao FBI o que puderam", disse o advogado Steven Bertolino, citado pela CNN.

Recorde-se que Gabby Petito desapareceu misteriosamente quando estava a viajar pelos Estados Unidos com o namorado Brian Laundrie. A 1 de setembro, Brian terá voltado para casa, mas sem a namorada.

No passado dia 11, a família de Gabrielle participou o seu desaparecimento às autoridades. Na terça-feira, a polícia foi a casa de Laundrie para tentar obter informações, mas, segundo a família, ele recusou-se a falar com a polícia e, pouco depois, terá saído de casa com uma mochila, dizendo aos pais que ia passar uns dias na reserva natural, circunstâncias cuja veracidade também está ainda a ser apurada. 

Brian Laundrie foi declarado "pessoa de interesse" no caso, mas não foi ainda acusado de nenhum crime. O advogado da família de Laundrie, Steven Bertolino, disse na sexta-feira que o seu paradeiro "é atualmente desconhecido".

As autoridades regressaram à casa da família Laundrie este domingo. Pelo menos dois agentes foram vistos a carregar um saco. 

Redação